Mochi: doce de feijão japonês

0

Em meio aos vários sabores exóticos e sensacionais da cozinha japonesa, uma sobremesa merece o seu destaque: o mochi!

Um quitute maravilhoso, que além de ser um vínculo com o passado do país, também é uma prova de que a culinária pode, e vai, te surpreender sempre que tiver chance.

No passo a passo a seguir, conheça uma receita fácil e tradicional para o prato:

5 de 1 avaliação

Mochi (doce japonês)

Um docinho saboroso para quem deseja um algo diferente.
Porções 20 porções
Tempo de preparo 40 minutes
Tempo de fogo 1 hour 15 minutes
Tempo total 1 hour 55 minutes

Ingredientes

  • 200 g de feijão azuki (seco)
  • 300 g de açúcar
  • ¼ colher de chá de sal
  • Fécula de batata (para polvilhar)
  • 150 g de farinha mochiko (farinha de arroz glutinoso, doce)

Modo de preparo

  • Comece lavando os grãos de feijão. Logo depois, coloque em uma panela grande, cubra com água e leve para cozinhar até ferver. Em seguida, escorra.
    200 g de feijão azuki
  • Após escorrer o feijão, volte para a panela e então deixe cozinhar com bastante água por cerca de 60 minutos, ou até que o feijão fique macio. Passado o tempo retire do fogo e escorra.
  • Leve os grãos de feijão cozido para o processador. Logo em seguida, bata até obter uma espécie de pasta. Caso sinta que o purê está duro, acrescente algumas colheradas de água.
  • Passe o purê de volta para a panela, acrescente sal e 150g de açúcar. Leve ao fogo médio e deixe cozinhar, mexendo vez ou outra por cerca de 15 minutos ou até que a água evapore e a mistura fique firme.
    1/4 colher de chá de sal, 300 g de açúcar
  • Espalhe a pasta em um recipiente largo e deixe esfriar na geladeira.
  • Forre um recipiente com papel manteiga e espalhe um pouco de fécula de batata em sua superfície. Reserve.
    Fécula de batata
  • Em um recipiente adicione a farinha mochiko e cerca de 300ml de água, misture até obter um creme liso.
    150 g de farinha mochiko
  • Passe tudo em uma peneira de ferro, se necessário use uma colher para ajudar na passagem.
  • Caso necessário, acrescente os outros 150g de açúcar e novamente misture até que ele desapareça.
    300 g de açúcar
  • Passe a mistura para uma panela e então deixe cozinhar, sempre mexendo, até obter uma massa que mantenha a forma, o que pode levar cerca de 5 minutos.
  • Usando uma faca polvilhada com fécula de batata, corte a massa em 20 pedaços iguais, logo depois com um rolo de massas abra os pedacinhos, polvilhando sempre com a fécula para impedir que a massa grude em seus dedos e na bancada.
  • Com uma colher, pegue um pouco da pasta de feijão e acrescente bem no meio da massa, role e estique para fechar, logo depois coloque na vasilha forrada com papel manteiga. Repita o processo com toda a massa. Sirva logo em seguida.
Autor: Aline Martins
Calorias: 110kcal
Custo: R$30,00
Refeição: Café da tarde, Sobremesa
Cozinha: Japonesa
Palavra-chave: culinária japonesa, doce japonês, feijão azuki, massa de arroz, mochi
Pode guardar o mochi (doce japonês) na geladeira?

Sim, você pode guardar mochi na geladeira para mantê-lo fresco por um período mais longo. O mochi é melhor quando consumido fresco, mas se você precisar armazená-lo por alguns dias, colocá-lo na geladeira é uma opção viável. Certifique-se de colocá-lo em um recipiente hermético ou envolvê-lo bem em filme plástico para evitar que ele seque ou absorva odores da geladeira. Ao servir novamente, deixe-o chegar à temperatura ambiente ou reaqueça-o levemente no micro-ondas, se preferir.

Pode comer o mochi (doce japonês) cru?

Não, pois ele cru pode apresentar riscos à saúde, especialmente devido à sua consistência pegajosa e densa. Cozinhamos o arroz glutinoso e depois amassamos até que fique macio e elástico para fazer o mochi. Além disso, durante o processo de cozimento, eliminamos as bactérias ou esporos de mofo que podem estar presentes no arroz utilizado na preparação do mochi. Portanto, é importante sempre consumir mochi cozido e preparado corretamente para evitar qualquer risco à saúde.

Qual a origem do mochi?

O mochi é um prato de reis e aristocratas, desde a sua origem na era Jomom. Era uma tradição servi os bolinhos com chá, em festividades religiosas, casamentos e outros momentos especiais.

Atualmente o mochi continua sendo uma iguaria especial, segundo a tradição japonesa, ele deve ser a primeira refeição em um ano novo, para atrair boa sorte.

O docinho também tem um festival, o mochitsuki, onde várias pessoas socam o arroz glutinoso para enfim fazerem o bolinho que é dividido entre todos.

Esse festival significa recompensa pelo trabalho árduo e conjunto, além de representar o desejo de fartura a mesa no ano novo.

Não deixe de contar para a gente o que achou dessa receita!

Sua opinião é importante para nós, deixe o seu feedback e suas dúvidas sobre o mochi nos comentários logo abaixo! Além disso, confira também o nosso guia completo da comida japonesa, para saber mais sobre essa gastronomia.

E para conferir novidades e receitas em primeira mão confira também o nosso Instagram! Por lá você encontra guias, receitas e muito mais bem na palma da sua mão.

Enfim, obrigado por nos acompanhar até aqui e até a próxima!

Junte-se à conversa

  1. 5 stars
    Nossa, uma delícia. Esse doce é perfeito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avaliação da receita




Like
Close
Casa e Culinária feito com . © Copyright 2023-2024. Todos os direitos reservados.
Close